28 de mar de 2012

Transparência de alma...

Falo quando devo ficar quieta, me calo quando devo falar.
Tem sempre alguém mandando eu falar baixo, tem sempre alguém
implicando com meu modo de brincar e dar risada.
Sinto um afeto enorme por aqueles que me rodeiam,
sinto muito, muito, muito…
Talvez esse seja o grande problema.

Nenhum comentário: